Como manter meu negócio em tempos de crise?

Nuvens no horizonte, tempestade à vista. 

Quem trabalha com gestão ou participa/lida diretamente com o financeiro da empresa precisa estar habituado com a volatilidade do mercado e com a palavra crise, que aparenta não ser mais novidade no vocabulário administrativo.
Como você se porta diante das adversidades e quais protocolos estabelece formam a linha tênue entre se sobressair ou fechar as portas. A recente pandemia causada pelo Covid-19 é um exemplo claro de quanto situações adversas podem afetar a economia local e global. Se você chegou até este artigo em busca de uma fórmula mágica para superar a crise, advertimos de antemão que a mesma não existe, porém reunimos aqui as informações necessárias para você vencer até mesmo nos cenários mais adversos.

Atenção aos gastos Fixos

 Em pesquisa online do Sebrae fazendo um levantamento no país para apurar os impactos da pandemia, apontou que 31% das empresas mudaram o funcionamento e precisaram se adaptar para manter a saúde financeira. Na prática, o período sugere análise crítica e replanejamento e sugerimos partir seus olhares para a redução de gastos, algo que deve ser feito sob certo critério.
Em crises de dimensões como o caso de uma uma pandemia global afetam todas as camadas econômicas e inevitavelmente causam impacto no seu público-alvo, o que é igual a uma posterior perda de receita. Então observe os sinais, aperte os cintos e prepare-se para a turbulência.
Já que as entradas sofrem o primeiro impacto é necessário rever os gastos para não ficar no vermelho. Nesse caso, crises normalmente iluminam “goteiras” desnecessárias e aumentam a luz para os desperdícios antes relevados e ocultos pelo andar bem dos negócios, vemos aí uma bela oportunidade. Trazer esse olhar mais criterioso, não significa sair cortando tudo e ficar sem um determinado serviço, por hora essencial ao funcionamento do negócio. 
Coloque suas possibilidades na mesa e organize sua estratégia. Algumas despesas estão interligadas, como o consumo de energia elétrica, por exemplo. Adotar de vez o home office, ao menos em determinados períodos do mês, impacta em menor consumo, amenizando o valor das mensalidades.
Despesas aparentemente simples como o uso de materiais de escritório, toners e papéis podem facilmente serem substituídos pela adesão à digitalização de documentos, impactando em economia de tempo e também dinheiro.

Ganhe fôlego com fornecedores

Períodos de crise são ótimos para renegociações com fornecedores, reforce a ideia de parceria e converse com eles, fornecedores preferem clientes que renegociam aos que não os pagam. Para quem trabalha com mercadorias especificamente, o problema tende a se agravar, já que existe o risco de encalhe dos itens em estoque.
 Quanto maior o volume e o tempo que os produtos permanecem parados no depósito, maior é o comprometimento do capital de giro do negócio. Sua empresa precisa de fôlego nesse momento e a palavra de ordem é prazo, tanto com relação à realização de pagamentos quanto no que diz respeito aos intervalos de reposição de matérias-primas ou produtos.

Reavalie seu planejamento

Talvez a meta ambiciosa do semestre pareça um pouco mais distante agora, reavaliar não quer dizer desistir, quer dizer ajustar de acordo com a situação. Metas realistas engajam melhor a equipe e se o momento pede, reavalie.
Já ouviu a frase “ São das dificuldades que surgem as melhores ideias”? Pois então, use-a com mantra para o time comercial procurar soluções alternativas previamente, quanto antes sua equipe começar a focar nas ideias e não só no problema, mais a frente da situação sua empresa estará. 
Importante: Essa reavaliação é constante e deve conter cronograma de atualização, conforme o aparecimento de novos dados relevantes, ou seja, que interfiram no nicho de atuação da empresa.

Gestão financeira de crise

Algumas características de gestão se evidenciam em momentos de crise como: experiência, competência e agilidade na tomada de decisão. É de suma importância que o gestor possa se munir das melhores informações para tomar a decisão mais acertada. Poder contar com experiência de uma assessoria especializada como a AnalisePro facilita o trabalho de identificar gargalos que estejam minando as finanças e que, portanto, requerem soluções rápidas e eficazes. 
Essas são algumas dicas valiosas para que você possa gerir sua empresa em tempos de incerteza e crise financeira. Conforme as for colocando em prática seu negócio certamente se tornará mais maduro e lidará melhor com períodos adversos que venha a encarar daqui para a frente.